Nomes de FHC no time de Jorge

| |

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge, deverá anunciar nos próximos dias os nomes que irão compor a sua equipe. A ex-secretária de Comércio Exterior e ex-secretária-adjunta da Receita Federal no governo Fernando Henrique Cardoso, Lytha Spíndola, já aceitou o convite para a secretaria-executiva da Câmara de Comércio Exterior (Camex), em substituição a Mário Mugnaini.

Também já teve aprovação do Planalto a escolha de Reginaldo Arcuri para a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI). Arcuri também trabalhou no Ministério do Desenvolvimento como secretário de Desenvolvimento da Produção durante o governo tucano. Ele ocupará a vaga deixada por Alessandro Teixeira, que foi deslocado para a presidência da Agência de Promoção às Exportações (Apex) no lugar de Juan Quirós.

Desde que assumiu o cargo, Miguel Jorge confirmou dois nomes no cargo: Ivan Ramalho, como secretário-executivo, e Armando Meziat, como secretário de Comércio Exterior. Recebeu três pedidos de demissão: Mário Mugnaini, da Camex, Juan Quirós, da Apex, e Antonio Sergio Mello, da Secretaria de Desenvolvimento da Produção.

Após sua posse também foi feita a substituição do presidente do BNDES, na época Demian Fiocca, por Luciano Coutinho. Mas o ministro não conseguiu emplacar a sua indicação: Gustavo Murgel, com quem trabalhou no Santander.

0 Opinaram:

Postar um comentário