DEM tem aval de José Serra para procurar Alckmin

| |


Sob a bênção do governador de São Paulo, José Serra, cresce a pressão sobre o ex-governador Geraldo Alckmin para que desista de concorrer à prefeitura e se resguarde para 2010.

Numa audiência na tarde de ontem, o ex-presidente do DEM Jorge Bornhausen informou a Serra que procurará Alckmin na semana que vem. Na conversa, avisou, alertará Alckmin para o risco de rompimento da aliança PSDB-DEM caso ele insista em disputar a cadeira de Gilberto Kassab.
"Alckmin tem o direito de ser candidato. Mas deve analisar as conseqüências dessa candidatura", disse Bornhausen.

Segundo Bornhausen, Serra não fez objeção à abordagem.

Alckmin, por sua vez, estaria irritado com o cada vez maior número de serristas que defendem essa saída. Seus interlocutores estariam surpresos com o recorrente uso de palavrões -coisa rara em seu vocabulário- para descrever o cerco.



Com o embate, aumenta também a tensão entre tucanos. O presidente municipal do PSDB, o secretário estadual José Henrique Lôbo, reclama dos "incendiários de sempre". Queixando-se de um comentário feito pelo deputado federal Edson Aparecido -que comparou a defesa feita pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso à discussão do apoio ao governo Collor- afirmou: "Político que é candidato a alguma coisa é sempre falastrão e boquirroto. Um partido só cresce com disciplina e respeito a seus líderes". Lôbo não quis identificar os destinatários de sua crítica. "Não vou comentar esse tipo de fala", reagiu Edson Aparecido.

1 Opinaram:

Anônimo disse...

..se resguarde para 2010 !?!?

Querem enganar a quem?

Será que é porque Alckim não tem dinheiro para comprar a vaga para comcorrer a prefeitura.

Postar um comentário