Explicando a maconha

| |


Integrantes da Comissão de Segurança Pública da Câmara dos Deputados ouvem hoje as explicações do ministro do Meio Ambiente sobre a sua participação na marcha da maconha. Proibida em várias cidades do país por ser considerada uma apologia ao uso de drogas, a marcha foi realizada na Praia de Ipanema, no Rio de Janeiro, há exatamente um mês. Requerimento em que o deputado brasiliense Laerte Bessa pedia a interpelação do ministro foi encaminhado à Comissão na semana seguinte ao evento e aprovado por nove votos a um. A Comissão aguardava apenas a confirmação do ministro que pediu adiamento em função das comemorações do Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado durante a semana passada. Laerte Bessa, vice-presidente da Comissão de Segurança, afirmou que a marcha é apologia ao uso de drogas e disse ser preocupante para o Governo Federal ter no seu quadro de ministros, uma pessoa que participa de evento tão questionável. “Um ministro que se dispõe a apoiar o uso de drogas ilícitas, como a maconha é inaceitável", afirma Bessa.

0 Opinaram:

Postar um comentário