PF retorna ao El Tranvía, palco da Satiagraha

| |

A Polícia Federal voltou à cena crucial da Operação Satiagraha - o restaurante El Tranvía, onde supostos emissários de Daniel Dantas teriam tentado subornar um delegado, em 2008, para livrar o banqueiro do Oportunity do inquérito sobre evasão de divisas e lavagem de dinheiro.

Churrascaria típica uruguaia, El Tranvía, agora, é alvo da Operação Harina, da PF, que investiga os passos de seis células interligadas de doleiros suspeitos de remessas de valores para paraísos fiscais. Há duas semanas, a PF prendeu 17 investigados. Outros dois escaparam porque haviam se deslocado para Montevidéu: Ricardo José Fontana Allende e Jacques Leiderman.

Situado na rua Conselheiro Brotero, em Santa Cecília, região central de São Paulo, o restaurante seria um abrigo da cúpula da organização, segundo relatório de inteligência da PF. "Existem fortes indícios de que o El Tranvía seja de propriedade do grupo investigado", assinala o delegado Alexsander Castro de Oliveira, em documento de 258 páginas que detalham os movimentos do grupo e contêm cerca de uma centena de transcrições de interceptação telefônica autorizada judicialmente. "É possível que o estabelecimento esteja sendo utilizado para lavar dinheiro sujo obtido pela quadrilha no Brasil."Folha

0 Opinaram:

Postar um comentário