Tá feia a coisa em São Paulo

| |

O verão não está dando refresco. Quando o sol não queima, a chuva alaga.

Para piorar as coisas, o paulistano teve que conviver, nos últimos dias, com falta d'água e corte de luz.

E não foram casos isolados ou de curta duração. Na semana passada, 16 bairros sofreram com longos períodos de blecaute. Em alguns locais, a energia só voltou depois de 24 horas.

Já o desabastecimento de água atingiu 750 mil pessoas, depois que uma adutora arrebentou no domingo.

Empresa responsável pela energia da cidade, a AES Eletropaulo culpa as 'chuvas atípicas' pelo problema. A queda de árvores teria provocado danos à fiação. A companhia alega ainda ter tido dificuldade para chegar até os locais onde deveria realizar reparos.

Especialistas dizem que uma das hipóteses para as panes de energia é a falta de cuidados e de ampliação da rede elétrica nos últimos anos.

Não há dúvida de que as concessionárias devem explicações. Mas o governador tucano José Serra e a agência do setor, a Aneel, também falharam. Por que não cobraram antes as medidas necessárias para manter os serviços?

É dever dos representantes do poder público acompanhar de perto e fiscalizar a atuação das empresas nesses setores essenciais para a vida de todos os cidadãos.

0 Opinaram:

Postar um comentário