Dilma quer erradicar a pobreza extrema

| |

A candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, defendeu, ontem, a diminuição da pobreza como condição para o desenvolvimento do país. Ela se disse favorável à redução da carga tributária, desde que haja aumento da arrecadação.

A petista fez às declarações ao programa 3 a 1, da TV Brasil.

De acordo com a candidata, o desenvolvimento econômico não acontece sem a diminuição da pobreza, o que aumenta o poder de compra. Da mesma forma que a diminuição dos empregos informais.

Erradicar a pobreza é condição fundamental para a economia disse.

Com relação à carga tributária no país, a candidata se disse favorável à redução. Contudo, afirmou que a medida não pode ser feita de maneira impensada, esquecendo a sobrevivência dos estados e municípios. Segundo Dilma, essa é uma questão de competitividade do país. Além disso, ela defende ser preciso tornar os gastos públicos mais eficientes. O que, para a candidata, não seria necessariamente resolvido com a redução de impostos.

Questionada sobre como pretende exercer a Presidência sem o carisma do presidente Lula, a ex-ministra afirmou que não tem nenhuma pretensão de se comparar ao seu mentor.

Vou tentar compensar com muito trabalho garantiu.

Aborto e casamento gay Durante a entrevista, Dilma afirmou que o aborto deve ser tratado como uma questão de saúde pública. Ela disse respeitar posicionamentos religiosos, mas, lembrou que há inúmeros casos de mulheres que se expõem à riscos ao se submeterem ao procedimento em condições precárias.

Sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo, ela afirmou ser inteiramente a favor do direito civil. Por outro lado, disse ser contra a descriminalização das drogas agora, principalmente pelo problema do crack.

Ação contra tucanos O PT protocolou ontem, no Tribunal de Justiça do Distrito e Territórios (TJDFT), uma ação por danos morais contra o candidato a vice-presidente na chapa do tucano José Serra, o deputado Indio da Costa (DEM-RJ), e também contra o PSDB. Na ação, os petistas pedem que Indio e seu partido sejam condenados a pagar indenização por ofensas feitas a Dilma. No Twitter, além de associar o PT ao narcotráfico, Indio se referiu à candidata como esfinge do pau oco, entre outras menções.

0 Opinaram:

Postar um comentário