Prédio de luxo vende 22 andares em duas horas .. e eles ainda reclamam do Lula

| |


Indicador do momento de expansão por que passa o setor de construção civil em São Paulo, o prédio de luxo Vistta Ibirapuera, com 44 apartamentos em 22 andares na Vila Mariana (zona sul) e preços entre R$ 685,4 mil e R$ 1,4 milhão, foi inteiramente vendido em pouco menos de duas horas.
O atrativo: vista para o parque Ibirapuera, além de toda a infra-estrutura do bairro, com três estações de metrô, equipamentos culturais como a cinemateca, bares, restaurantes e acesso fácil tanto para a avenida Paulista e o centro quanto para a saída da cidade.
Ainda em construção, com entrega prevista para novembro de 2008, o edifício não é o único na cidade a comemorar as vendas em tempo recorde.
Na Vila São Francisco, região do Butantã mais próxima de Osasco e um dos pólos que mais crescem no bairro que mais cresce na cidade, um outro prédio, o Forte do Golf, ao lado do São Francisco Golf Club e atrás do campus da USP, teve 90% das unidades vendidas antes do início das obras, sendo 170 dos 290 apartamentos negociados no primeiro dia de vendas.
O terreno, de 63 mil m2, equivalente a seis quarteirões, tem 95% da área destinada ao lazer e a natureza, com pista de corrida de 2 km, mais extensa que a do parque Ibirapuera. O preço dos apartamentos distribuídos em sete torres variava entre R$ 350 mil e pouco mais de R$ 700 mil.
"O perfil dos compradores é de casais jovens que esperam filhos ou têm crianças pequenas e já são moradores da região", afirma a consultora imobiliária Berenice Bovo.
Lançado em novembro passado, o condomínio Raízes Juquehy, com casas de alto padrão, teve os 125 imóveis vendidos em 24 horas.
O Reference Klabin, na Chácara Klabin (zona sul), viu suas 50 unidades de 188 m2 serem negociadas em apenas nove horas, e o Villa Lobos Office Park, um conjunto comercial no Alto de Pinheiros (zona oeste), lançado no início de setembro, teve os 743 escritórios vendidos em cinco dias.

Baixo custo
Fora dos condomínios de luxo e alto padrão e de bairros nobres, a rapidez nas vendas também se repete. O Vitória Vila Matilde (zona leste), no bairro homônimo, teve todas as suas 289 unidades vendidas num único dia.

2 Opinaram:

Mario disse...

Olá!!!
Sou um pessoal admirador de seus textos e, de vc também, é claro.
Fiquei impressionado com a venda tão rápida de tantos apartamentos.
Comprei um, também na vila Mariana, e não me pareceu que a venda foi tão rápida assim. Estou pasmo. Vc é brilhante, sabia?
Besos...
Mario

Tamiris disse...

Olá. Vc saberia me informar as empresas que adquiriram salas comerciais desse empreendimento?
Ouvi que duas delas são a Perdigão e a Via Veneto.
A empresa em que trabalho adquiriu salas e pensei e fazer contato com outros compradores das demais unidades da torre para tentarmos adquirir equipamentos juntos.
Por acaso vc tem alguma informação ou contato a esse respeito para me ajudar? Grata!

Postar um comentário