'Vou pisar no freio', promete Hugo Chávez

| |


O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, afirmou ontem que imporá um ritmo mais lento aos seus planos de implementação do que chama de "socialismo do século 21".

O tom da declaração marca uma fase - ou pelo menos um discurso - mais conciliador de Chávez, que no mês passado viu sua proposta de reforma constitucional ser derrotada em um referendo popular.

Ontem, durante seu programa semanal, "Alô Presidente", Chávez disse: "Eu fico obrigado a pisar nos freios" e "não podemos acelerar o ritmo" da revolução bolivariana.

Ao se referir ao referendo, o presidente ainda disse que os venezuelanos não estavam ainda prontos para chegar ao nível elevado de mudanças. "Vamos aceitar isso e trabalhar. Nós vamos continuar avançando para a criação de um Estado socialista". "Este será o ano dos três Rs. Revisão, retificação e reimpulso", disse o presidente.

A proposta derrotada no referendo previa alterações em 69 artigos da Constituição e foi alvo de críticas intensas por parte da oposição e parte importante dos estudantes. Entre as mudanças, o fim do limite para a reeleição presidencial e redução dos direitos sobre propriedade privada.

Além prometer mudar o ritmo das reformas, Chávez mudou também seu gabinete, substituindo mais de dez ministros na semana passada.

0 Opinaram:

Postar um comentário