CPI da Sogra

| |


Formada por somente dois deputados estaduais, a oposição a Cid Gomes (PSB) começou ontem a articular uma CPI para apurar a viagem que o governador do Ceará fez à Europa durante o Carnaval deste ano, em um jatinho alugado por R$ 388 mil, e que teve sua sogra entre os passageiros.

As chances de que a chamada "CPI da Sogra" seja aprovada são remotas. O governo detém o apoio de 44 dos 46 parlamentares da Assembléia Legislativa -para aprovar a CPI, são necessárias 12 assinaturas. Ainda assim, a viagem deverá ser investigada, pelo menos pelo Ministério Público Estadual.

Ontem, Cid ainda estava em viagem à Ásia, para onde seguiu, em vôo comercial, no dia 11 de abril e onde deve ficar até o dia 25. Outras viagens de Cid também estão sob suspeita de irregularidade. Na feita à Europa ele foi acompanhado pela mulher, Maria Célia, por um assessor e um secretário, com suas respectivas mulheres, e a sogra, Pauline Carol Habib Moura.

Os deputados Heitor Férrer (PDT) e Adahil Barreto (PR) querem que o governo responda ao requerimento sobre as viagens ou insistirão na CPI. A assessoria do governador não tratou do assunto. Disse que apenas ele poderá falar.

0 Opinaram:

Postar um comentário