Em 3º, Kassab atribui pesquisa à desmobilização do eleitor

| |


O prefeito Gilberto Kassab (DEM) desdenhou ontem do resultado da pesquisa Datafolha de intenção de voto para a Prefeitura de São Paulo. Em terceiro lugar na consulta, o prefeito disse que o eleitor ainda não está preocupado com as eleições que ocorrem em outubro e que seu objetivo é administrar a cidade. "O eleitor não está preocupado com eleição e eu também não. Minha preocupação é administrar a cidade de São Paulo. Inclusive em relação à minha posição pessoal, que será definida nas convenções de junho", afirmou Kassab, após entregar obras na zona oeste de São Paulo.

O ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB), que aparece em primeiro lugar empatado tecnicamente com a ministra do Turismo, Marta Suplicy (PT), comemorou o resultado. "Recebo (o resultado da pesquisa) com humildade e alegria. Agradeço a confiança do povo de São Paulo. Entendo que o resultado é um reconhecimento ao trabalho que fiz como governador. É um grande estímulo para a eleição da capital", afirmou Alckmin, por meio de sua assessoria. O ex-governador oficializa hoje sua aliança com o PTB.

A assessoria de Marta Suplicy não localizou a ministra na tarde deste domingo para comentar o resultado da pesquisa que a traz com 30% das intenções de voto, um ponto percentual a mais que Alckmin. Nesta pesquisa Kassab tem 15%. Antes com 13%, ele teve variação positiva de dois pontos. Já Marta e Alckmin têm oscilação positiva de um ponto em comparação à pesquisa anterior, realizada nos dias 25 e 26 de março. Em quarto lugar está o ex-prefeito e deputado Paulo Maluf (PP-SP), que se manteve com 8%, seguido da deputada Luiza Erundina (PSB-SP), que oscilou de 7% para 5%.

A ministra, que deverá deixar o cargo depois do feriado de Corpus Christi enfrenta dificuldades para fechar aliança com o bloquinho, que reúne PCdoB, PSB e PDT.

O Datafolha também ouviu os paulistanos sobre a avaliação do governo de Kassab. Segundo a pesquisa, administração do democrata enfrenta hoje o menor índice de reprovação já registrado em seus quase 26 meses de governo: 20%.

Kassab disse que ficou muito contente com a avaliação positiva e dividiu o resultado com o governador José Serra (PSDB), de quem era vice e recebeu o cargo em 2006. "Eu queria dividir o excelente resultado com a equipe que temos e com o governador José Serra, que foi o prefeito de São Paulo", afirmou.

0 Opinaram:

Postar um comentário