A imprensa esqueceu

| |


Sem que os mugidos chegassem às manchetes, o Ministério do Meio Ambiente efetuou, na quarta-feira 18, o primeiro confisco de gado em áreas de desmatamento ilegal na Amazônia. Três mil cabeças foram apreendidas numa Unidade de Conservação Ambiental da Terra do Meio, sudeste do Pará. O ataque foi comandado pelo coronel-bombeiro José Padrone, nomeado assessor especial do ministro Carlos Minc para "ações de guerra".

0 Opinaram:

Postar um comentário