Petrobras adia estimativa sobre o campo de Carioca

| |


A Petrobras decidiu adiar a conclusão do levantamento que apontaria o tamanho das reservas de petróleo no campo de Carioca, situado na bacia de Santos, na chamada camada pré-sal, a mesma região da megajazida de Tupi, a maior descoberta da história da companhia. Em entrevista exclusiva à Gazeta Mercantil, José Sérgio Gabrielli, presidente da estatal, disse que a empresa esperava anunciar em breve o potencial dessa reserva, uma informação aguardada ansiosamente pelo mercado. Mas resolveu mudar a estratégia de atuação na promissora região. Em vez de quantificar o volume das jazidas que já encontrou, como o Carioca, a Petrobras vai priorizar o trabalho de prospecção nos blocos que têm prazos exploratórios que, quando não são cumpridos, levam as empresas a perderem as concessões. "O Carioca não vai ter estimativa de reservas agora, porque tiramos a sonda de lá", disse. Não vamos mudar (a estratégia) só para atender às necessidades de mercado", acrescentou.

0 Opinaram:

Postar um comentário