Sarney segura CPI;PT quer por Pirillo para instalar

| |


A confusão que tomou conta do Senado por causa da retirada de apoio ao presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), por parte de PSDB, DEM e PDT, resultou em mais um adiamento da instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) destinada a investigar a Petrobrás. O requerimento de instalação dessa CPI foi protocolado na Mesa Diretora do Senado há 47 dias. Desde então, os partidos de oposição tentam instalá-la e os governistas impedem, com as mais variadas manobras. Com a crise na Casa agravada desde o dia 10, quando o Estado revelou a existência de atos secretos que beneficiaram parentes e apaniguados de senadores e diretores, a CPI está em segundo plano. Por enquanto, os senadores estão mais preocupados em salvar a própria imagem, com discursos seguidos em que acusam dois ex-diretores - Agaciel Maia e João Carlos Zoghbi - até de "ladrões" e pedem o afastamento de Sarney, mesmo que temporário.

1 Opinaram:

Anônimo disse...

ELES DEVERIAM SER OS INVESTIGADOS, OS SENADORES,TODOS OS ENVOLVIDOS NESSE HÁ 14 ANOS ATRÁS, MAS O QUE ELES QUEREM É POR A SUJEIRA DEBAIXO DO TAPETE.NAO TEM MUITA GENTE SÉRIA LÁ NÃO.DEPOIS QUE SAIR SARNEY O QUE VAI ACONTECER???

Postar um comentário