Serra ataca Lula e Marta em comício. Marta e Lula são candidatos?

| |

Não deu para entender. O idiota do Serra atacou Lula e Marta. Os dois politicos sçai candididatos a que?
Desespero de perdedor! Veja

Outra horrorosa

Essa aqui parece uma ameba. Fala como tal. Pense numa mulher chata.Pensou Marina

A imprensa saudou com entusiasmo o anúncio do desligamento da senadora Marina Silva do PT e sua filiação ao Partido Verde, pelo qual deverá concorrer à presidência da República.Se a imprensa estivesse preocupada com a sustentabilidade ecológica, não gastariam, papel, energia e dinheiro publicando mentiras

Então, cabe perguntar: este entusiasmo da mídia pela inflexível Marina vai continuar quando suas ousadas e justas propostas começarem a ser debatidas? A mídia saberá acolher suas bandeiras anticonsumo desenfreado com o mesmo entusiasmo com que agora recebeu uma nova candidatura feminina, a anti-Dilma?

Sabemos que a mídia adora denunciar o desmatamento acelerado da Amazônia, mas sabemos também que a mídia é avessa à punição de ruralistas, quase todos na oposição. Nossos veículos usam as cruzadas ambientais para atrair simpatias, sobretudo no leitorado mais jovem. Cada jornalão preserva como ícone um articulista antipoluidor Mas quando entrar em discussão o controle do apetite empresarial a mídia manterá o mesmo idealismo? Em caso positivo, será uma revolução.

Com certeza a mídia só está vangloriando a Marina Silva, porque quer ver em sua possível candidatura tirar votos da Dilma, quem não lembra da mídia metendo o "pau" na Marina quando estava no ministério.

Não é demais lembrar que o PV, partido que ora cogita lançar Marina candidata a presidente, assim como o PPS do ex-comunista Roberto Freire, não passa hoje de um satélite do eixo PSDB-DEM-PIG, o qual é comandado por pessoas que, em sua maioria, por pessoas que não têm apreço algum por meio ambiente e sustentabilidade. Além disso, Marina sofre do mesmo mal de Cristovam: ambos parecem limitados a um único tema (ela, a meio ambiente e sustentabilidade; ele, a educação) e precisam de mais desenvoltura para abordar outros temas relevantes para o País, como saúde, segurança, habitação, economia e política externa.

0 Opinaram:

Postar um comentário