Imprensa desacreditada tenta passar adiante sua culpa

| |

"Existe uma estratégia na América Latina para desprestigiar os meios de comunicação", afirmou neste sábado Ricardo Trotti, um dos diretores da Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP). A entidade realiza desde a última sexta-feira na capital argentina sua assembleia, que reúne mais de 500 editores das Américas. Segundo Totti, em declarações à rádio América, de Buenos Aires, a estratégia aplicada por vários governos da região é "preocupante".

Vamos às causas do desprestígio da mídia? Infelizmente, o que se vê na máioria dos meios de comunicação, são meras campanhas pelo poder, sem qualquer compromisso com a informação. O diretor da SIP está perdendo uma grande oportunidade de moralizar os meios de comunicação, estes sim, os grandes censores que insistem em transformar suas opiniões publicadas em opiniões públicas. Alguns setores da imprensa, no Brasil, assim como na Argentina e na Venezuela e não sei mais onde, conseguem ser piores que os piores políticos. Ninguém merece manipulação como a praticada pela Globo e vários outros canais de TV, a Veja (um panfleto travestido de revista), os jornalecos de minha cidade do interior e outras aberrações midiáticas, todas movidas pelo dinheiro dos corruptos ou no mínimo pelo perverso mercado deste capitalismo bárbaro.

0 Opinaram:

Postar um comentário