Presidente liga para dona Canô e perdoa Caetano

| |

Coube ao próprio presidente Lula a iniciativa de colocar um ponto final na polêmica com o cantor e compositor Caetano Veloso, que o chamou de "analfabeto", em entrevista à jornalista Sonia Racy, do Estado, no dia 5. De Roma, Lula ligou para dona Canô, mãe do artista, que queria se desculpar pelas declarações.

Após polêmica, que mobilizou artistas e políticos País afora, o assunto foi discutido pelo clã, na terça-feira. Horas depois, à noite, o telefone da casa tocou. Rodrigo, irmão de Caetano, atendeu. "Veio a mensagem: "Boa noite, é do gabinete do presidente, ele queria falar com dona Canô"."

Lula relatou ter sido informado da intenção de dona Canô, constrangida com as declarações do filho, e quis tranquilizá-la. "Não fique chateada, preocupada, porque gosto muito da senhora e gosto do Caetano também", disse, segundo Rodrigo. "Está tudo bem, essas coisas acontecem."

Na entrevista ao jornal, o cantor disse que votará em Marina Silva (PV) para presidente, caso ela se candidate, porque "não é analfabeta como o Lula, que não sabe falar, é cafona falando, grosseiro". Dona Canô, em outra entrevista, disse que a opinião não era refletida no resto da família.

Lula manifestou o desejo de "dar um abraço" na matriarca hoje, quando estará em Salvador para participar das comemorações do Dia da Consciência Negra. "Minha mãe foi dormir mais tranquila e emocionada", diz Rodrigo. "Agora, definitivamente, esse assunto está esclarecido com todas as partes e encerrado."

0 Opinaram:

Postar um comentário