Aeroportos brasileiros revistam bagagem de mão

| |

Desde sábado, todos passageiros que saem de aeroportos brasileiros com destino aos EUA têm sua bagagem de mão revistada. A medida foi determinada pelo governo americano após a tentativa de ataque terrorista num voo para os EUA no dia de Natal.

As companhias que voam para o país devem fazer a revista no corredor (finger) que leva às aeronaves. Segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), até então a bagagem de mão era revistada apenas de maneira aleatória.

As regras valem apenas para os voos para os EUA. Seis companhias aéreas saem do Brasil com destino a cidades americanas: American Airlines, Delta Airlines, Continental Airlines, United Airways, US Airways e a TAM.

A Anac informou que as companhias têm de computar o tempo necessário para proceder a revista e, se necessário, adiantar a hora de embarque. Se a chamada para o embarque era feita 20 ou 30 minutos antes da partida, o prazo agora aumentou para 40 ou 50 minutos, de acordo com o critério de cada companhia.

Segundo a Anac, as companhias não devem alterar o horário recomendado de chegada ao aeroporto - de duas horas antes do voo. Mas ontem, o atendimento ao cliente da TAM informava que a chamada para o embarque fecha uma hora antes da partida. E que os passageiros que vão para exterior devem chegar três horas antes no aeroporto - e não duas, como de costume. A recomendação para que os passageiros estejam no aeroporto três horas antes do voo, segundo atendimento, foi adotada há cerca de quatro meses e nada tem a ver com a revista mais estrita das bagagens de mão.

A Anac informou que não recebeu reclamações de passageiros desde que a determinação dos EUA entrou em vigor.

0 Opinaram:

Postar um comentário