Brasil passa a integrar dois comitês do BIS

| |

O Banco Central brasileiro passou a integrar formalmente, ontem, dois comitês do Banco de Compensações Internacionais (BIS, sigla em inglês), instituição com sede em Basileia, na Suíça, que reúne bancos centrais e orgãos de supervisão bancária dos países. Por causa da regulação bancária local, vista como um dos principais motivos da boa resistência da economia brasileira à recente crise financeira mundial, o Brasil já vinha participando como convidado do comitê sobre Sistema Financeiro Global e do comitê sobre Mercados do BIS.

Ambos ganharam mais importância após a crise, que deflagrou um debate sobre a necessidade de regras prudenciais mais rígidas para o funcionamento das instituições financeiras e dos mercados financeiros globais. A primeira dessas duas instâncias tem como função principal monitorar os mercados financeiros, com objetivo identificar e avaliar fontes potenciais de estresse, informou o BC em nota, ontem.

O comitê de mercados, por sua vez, acompanha a evolução e as possíveis tendências dos mercados financeiros.

A finalidade é facilitar a troca, entre os bancos centrais, de informações sobre eventos recentes e suas implicações de curto prazo sobre o funcionamento dos mercados e dos próprios BCs, informa a mesma nota.

0 Opinaram:

Postar um comentário