Continua ruim

| |

Nada de caras novas nem de mudanças no formato. É nas estreias que a Globo aposta para tentar reverter a queda de audiência do "Fantástico", que encerrou ontem seu pior ano.

A audiência média do programa na Grande São Paulo -que era de 34 pontos em 2000- fecha 2009 em 22,6. Significa que um de cada três telespectadores da emissora desligou a TV ou mudou de canal. Entre os televisores ligados, é a primeira vez que cai abaixo de 40% os que estão sintonizados no "Fantástico" (share de 35,7%).
No primeiro programa de 2010, o principal investimento da Globo é o quadro "Quatro por Quatro". Ele mostra a gestação e o parto de Ana Carolina, que, em outubro, teve quadrigêmeos naturalmente, sem auxílio de técnicas de fertilização. No resto do mês, o programa mostra outros quadrigêmeos e exibe documentário da National Geographic sobre o desenvolvimento de fetos múltiplos.

Imagens de megaproduções estrangeiras são uma fórmula que tende a se repetir. O programa exibirá o documentário "Oceans of Plastic" (oceanos de plástico), produzido pela francesa Java, que capta o estrago do material nos mares.

A comédia, outra aposta recorrente no horário, terá espaço na comemoração dos dez anos do quadro "Me Leva Brasil", de Maurício Kubrusly, que revisitou alguns de seus personagens. O bode que acompanhava enterros em Riachão do Dantas (Sergipe), por exemplo, morreu e virou monumento.

0 Opinaram:

Postar um comentário