Soninha baranga diz que posou pelada de graça

| |

A ex-vereadora Soninha Francine (PPS), 42, é uma das estrelas da "Playboy" que chega às bancas no dia 9. Depois de afirmar, há um mês, que "nem a pau" aceitaria um convite para posar nua na revista, a subprefeita da Lapa cedeu, em parte. Ela fez um retrato sem blusa e só de calcinha "minúscula" para a seção "Mulheres que Amamos" da publicação.

FOLHA - Como surgiu o convite?

SONINHA FRANCINE - Eles leram que eu disse que jamais seria convidada pela "Playboy". Me ligaram, falaram que eu estava enganada e me convidaram. Eu falei não, porque não me sinto à vontade, não sou modelo, não gosto das minhas fotos. Perguntaram se eu faria um retrato sensual. E eu falei: "Beleza"!

FOLHA - E você vai aparecer totalmente sem roupa?

SONINHA - Eu usei adesivo nos seios e uma calcinha minúscula. Mas vai aparecer como se eu estivesse sem nada.

FOLHA - Eles vão usar Photoshop (programa para retocar imagens)?

SONINHA - Vão, para apagar o elástico do biquíni. Mas, no resto, sei lá. Teve maquiagem no rosto e fizeram o meu cabelo, uma megaprodução. No corpo, passaram só um pó para uniformizar. Espero que não levantem o meu peito.

FOLHA - Por quê?

SONINHA - Porque é mentira. Corrigir é aceitável, às vezes, se você sai na foto com uma dobra no pescoço, no queixo, quando o retrato te distorce além do que você é. Mas, se quiserem me dar um corpo perfeito, vai ficar muito esquisito.

FOLHA - Recebeu cachê?

SONINHA - Não. Minha assessora inclusive achou absurdo eu não ter perguntado quanto seria o cachê: "Só você que sai na "Playboy" e nem ganha dinheiro. Vai aguentar a encheção e de graça".

FOLHA - O prefeito Gilberto Kassab soube dessa foto?

SONINHA - Ah, não, não. Nem me ocorreu [conversar com ele sobre isso]. O prefeito é meu chefe na subprefeitura, não no que mais eu faça por aí.

FOLHA - E o governador José Serra, que é seu grande conselheiro? Você o consultou? Ele viu as fotos?

SONINHA - Ah, também não. Eu consulto os amigos várias vezes quando eu tenho dúvida. Tipo: "O que você acha que eu faço?". [Desta vez] Eu não tinha dúvidas, não consultei ninguém.

FOLHA - Trata-se de uma questão de querer aparecer?

SONINHA - Olha, eu não preciso fazer isso para aparecer. Eu já apareço bastante, querendo ou não querendo. As coisas que eu faço aparecem. Essa foto não tinha nenhuma outra razão a não ser a de fazer um retrato bonito. Não tem nenhum engajamento político. A militância no máximo é "poxa vida, qual é o problema?". Eu queria fazer uma foto bonita com o meu corpo cheio de defeitos.

FOLHA - Não teme comentários?

SONINHA - A vida inteira eu opinei sobre a vida dos outros: se casou, separou, saiu pelado. Temos que conviver com isso.

FOLHA - Faria um ensaio completo para a "Playboy", nua de verdade?

SONINHA - Não, não acho que vale fazer um ensaio estilo"Playboy". O ensaio de nu da "Trip" [revista], por exemplo, é diferente. É sensual, não muito sexual.

FOLHA - E você faria um ensaio maior se ele fosse, assim, artístico?

SONINHA - É possível. Seria diferente.

0 Opinaram:

Postar um comentário