Os velozes vão às urnas

| |

Com uma coleção de dez veículos ? quatro deles de alto luxo, como uma Ferrari S 43, avaliada em R$ 459 mil, e uma Maserati, de R$ 342,5 mil, lancha e jet kart ?, o ex-presidente Fernando Collor (PTB), que disputa o governo de Alagoas, lidera a lista dos candidatos "velozes e furiosos" das próximas eleições.

Desse grupo que declarou veículos caros ou exóticos ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), também chama a atenção o governador de Alagoas, Teotônio Vilela Filho (PSDB), dono de três motocicletas: duas Honda, uma 250 e outra 400, e uma Harley Davidson avaliada em R$ 49,3 mil. Geddel Vieira Lima (PMDB), que disputa o governo de Alagoas, informou à Justiça que é dono de um avião Piper Sêneca, avaliado em R$ 210 mil.

Já o senador Cesar Borges (PR), candidato ao Senado, disse ter um veleiro que custa R$ 240 mil. O nome da embarcação é Emoções II. O ex-governador Blairo Maggi (PR), candidato ao Senado por Mato Grosso, que declarou ter patrimônio de R$ 152,4 milhões, disse ter um quadriciclo, avaliado em R$ 26 mil.

Entre os que têm muitos veículos estão também os que não poderiam ser incluídos no grupo dos "velozes e furiosos", mas dos saudosistas. Como o senador Antonio Carlos Valadares (PSB), candidato à reeleição.

Ele informou ter uma Vemaguet 67, um Karman Ghia 68, dois fuscas, um de 1964 e outro de 1994, um bugre 2008 e um jipe 54. O senador Valdir Raupp (PMDB-RO), candidato à reeleição, disse ter um chassi de kart, avaliado em R$ 3,4 mil. Edvaldo Brito (PTB-BA), candidato ao Senado, declarou ter um Galaxie 76 cujo valor é de R$ 693,98.

Há também, entre os políticos, proprietários de veículos pesados. Entre eles, Raimundo Colombo (DEM), candidato ao governo de Santa Catarina. Ele entregou ao TSE a lista de bens com dois tratores, um caminhão, um jipe e um Fiat cupê, avaliados em R$ 335 mil. Estado

0 Opinaram:

Postar um comentário