Lula antecipa viagem

| |

Acertada de forma sigilosa entre o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e o diretor-geral brasileiro da Hidrelétrica Itaipu Binacional, Jorge Samek, a antecipação da visita a Foz do Iguaçu, que deveria ocorrer apenas amanhã, foi cercada também de mistérios. Lula e a primeira-dama Marisa chegaram por volta das 11h45, saíram por uma porta lateral do Aeroporto Internacional de Foz e seguiram até o hotel. De lá – novamente despistando os jornalistas e saindo por trás do hotel – foram para a usina de Itaipu conhecer o canal da piracema.

O próprio diretor-geral de Itaipu confessou que o casal não pretendia que a viagem fosse divulgada, alegando que se tratava unicamente de lazer. Mas a notícia acabou “vazando” no fim da tarde de sexta-feira. Os jornalistas foram barrados na entrada do parque. Conseguiram entrar pagando ingresso como turistas. No Tocantins, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse na sexta-feira que o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) não será afetado pela ação das quadrilhas. Sobre a suspeita de que o grupo estaria se preparando para fraudar obras do PAC, Lula observou que, pelas informações levantadas até agora, a ação da quadrilha era sobre várias obras e não só na dos PAC.

“São (fraudes) em nove Estados e em todas as obras. Agora, entra o processo. Com muita tranqüilidade, vamos deixar que a polícia e a Justiça façam a sua parte, doa a quem doer”, disse Lula, durante inauguração de trecho da ferrovia Norte-Sul. “O presidente da República, de forma responsável, não pode prejulgar nada nem ninguém”. No mesmo discurso, ele falou de honra: “O orgulho de um político é poder fazer como eu faço todo dia: não há lugar neste país que eu não entre de cabeça erguida”.

0 Opinaram:

Postar um comentário