Empreiteiro que fez obra da Assembléia doou para Garcia

| |


O deputado estadual Rodrigo Garcia (DEM) recebeu R$ 3 mil para sua campanha de reeleição, em 2006, de Marcelino Enes de Carvalho Neto, então diretor da construtora CVP.
A empresa foi chamada pela CPOS (Companhia Paulista de Obras e Serviços), contratada quando o democrata era presidente da Assembléia Legislativa para administrar a construção do prédio anexo da Casa. A obra, iniciada em maio de 2006, tinha previsão para terminar em março de 2007 e vai custar R$ 26,8 milhões.

O deputado Sebastião Almeida (PT), presidente da Comissão de Serviços e Obras Públicas, diz que pedirá a CPI. "A nova denúncia é até pequena diante dos transtornos, gastos e maneira irresponsável com que o prédio foi tratado até agora."
Garcia disse que a doação foi feita em jantar para arrecadar fundos para sua campanha. "Não o conheço, não fui eu quem vendeu o convite a ele, mas agradeço a doação", afirmou. Segundo o deputado, a CPI é "desnecessária". A Folha não localizou ontem Carvalho Neto.

0 Opinaram:

Postar um comentário