Temporão em nova polêmica com a Igreja

| |


Durante o lançamento da campanha, o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, voltou a criticar a Igreja Católica. A nova polêmica diz respeito à distribuição de pílulas do dia seguinte pelas prefeituras de Olinda e Recife durante o carnaval.

A prefeitura está certa e a Igreja está mais uma vez equivocada - criticou o ministro.

Temporão não só elogiou as prefeituras como as defendeu, dizendo que todas as medidas adotadas estão dentro do protocolo do Ministério da Saúde. O ministro se referia ao fato de que o medicamento é usado apenas sob prescrição médica.

É uma questão de saúde pública, não uma questão religiosa - argumentou. - Lamentavelmente a Igreja, cada vez mais, se afasta dos jovens com esse tipo de postura. O Ministério da Saúde apóia e dá suporte à medida.

Na sexta-feira, a Arquidiocese de Olinda e Recife anunciou que entrará com uma ação no Ministério Público questionando a atitude dos municípios. As prefeituras destas cidades decidiram distribuir a pílula do dia seguinte, apesar dos protestos de grupos religiosos.

A Ong Curumim, que defende os direitos das mulheres, também anunciou que entrará com uma outra ação contra as intenções da arquidiocese.

0 Opinaram:

Postar um comentário