Veja essas

| |


Praiano

O ex-mensaleiro Delúbio Soares trocou o interior de Goiás, onde tem fazenda, pelo litoral do Nordeste. Foi visto neste fim de semana todo prosa numa praia de Natal.

Duas caras

Já outro enrolado no processo, o ex-deputado Professor Luizinho (PT-SP), ontem fez cara feia na rua antes de depor, em São Paulo, acusado de lavagem de dinheiro. Não era o mesmo que, todo serelepe passeava na quinta-feira pela Câmara em Brasília.

Senai com $

O sistema S é uma mina de ouro. Há uma corrida de empreiteiros a Brasília depois que o Senai lançou edital para contratação de um projeto estrutural e arquitetônico porque está nos planos da entidade a construção de um edifício-sede na capital. O terreno fica ao lado da sede da Confederação Nacional da Indústria.

O cabra Serra

O governador presidenciável José Serra (PSDB) tem minado as resistências a ele no Nordeste. Depois de visitar o Ceará e Pernambuco, bem ciceroneado, foi ao Piauí do governador Wellington Dias (PT). Passou por Teresina para ver o prefeito tucano Sílvio Mendes, campeão de votos por lá.

"Danação"

A prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins (PT), quebrou o braço direito. A todos que perguntam o motivo, revela aos risos: "Foi danação". Farra, no seu linguajar.

Angra 1...

A Nuclep entrega hoje à Eletronuclear dois geradores fabricados no Brasil para substituir os aparelhos alemães, de 30 anos, na usina Angra 1.

...e Angra 3

A economia foi de 8 milhões de euros, comemora o ministro da Ciência e Tecnologia, Sérgio Rezende. Para ele, isso abre caminho para a Angra 3.

Calote baiano 1

O Bradesco levou um calote da Prefeitura de Salvador. "Comprou" por R$ 100 milhões e um real a folha de pagamento do município - em que o banco fica responsável pelas contas dos servidores. Só que, até hoje, não pegou uma conta sequer.

Calote baiano 2

O Banco do Brasil, que cuidava dessas contas, entrou na Justiça contra a decisão e ainda mantém a folha por liminar. Os diretores do banco privado correm atrás do prefeito João Henrique (PMDB) e não o encontram. Querem os R$ 100 milhões de volta. A prefeitura avisou que não devolve.

Agora foi

O STF encaminhou à Justiça Federal pedido de abertura de inquérito para apurar tramóia política feita em 2004 pelo então deputado Luiz Antônio Medeiros, por crimes de prevaricação e cárcere privado. Medeiros era presidente da CPI da Pirataria e não cumpriu liminar do ministro Cezar Peluso referente a um depoimento do contrabandista Law King Chong.

Efeito paralelo

Medeiros teria escondido o contrabandista numa sala durante horas. Agora, o ministro-relator, Gilmar Mendes, se deu conta de que Medeiros - hoje secretário de relações do Trabalho - não foi reeleito. Ou seja, sem o foro privilegiado, o deputado está nas mãos da Justiça de primeiro grau. Law King Chong foi solto neste domingo.

0 Opinaram:

Postar um comentário