Índios precupados com a volta de Quartiero

| |


A liberdade provisória concedida pela Justiça ao líder dos arrozeiros de Roraima e prefeito de Pacaraima, Paulo César Quartiero, foi recebida com temor pelos índios que querem a demarcação da Terra Indígena Raposa/Serra do Sol em área contínua e a saída dos produtores de lá. Eles se dizem preocupados com possíveis agressões, a partir do retorno do arrozeiro, e consideram necessário que Polícia Federal redobre a ação na área.

– Ele (Quartiero) nesse pedaço sempre foi e sempre será um risco. É importante reforçar, fazer melhor essa organização de vigilância, para que não volte a ocorrer o que aconteceu com as comunidades indígenas – afirmou o coordenador- geral do Conselho Indígena de Roraima (CIR), Dionito José de Souza, referindo-se ao episódio em que dez índios, que ocupavam uma fazenda, foram baleados por funcionários do arrozeiro.

Rodovia liberada

De sua parte, os índios prometem não voltar a entrar na propriedade de Quartiero até o julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF) das ações que contestam a demarcação da reserva, previsto para junho. Garantem, também, estar totalmente liberado o trânsito dos arrozeiros na estrada RR 319, que tinha sido bloqueada por duas comunidades.

– É mentira dizer que ainda tem bloqueio. Ninguém está nem sabendo o que está passando, se tem arma, se tem bomba ou fertilizante -. Está livre (a estrada) e os indígenas estão na comunidade, dentro da aldeia – disse Souza.

O dirigente do CIR informou que dedicará os próximos dias a esclarecer as comunidades sobre o estágio das discussões da demarcação na Justiça. Mas há uma posição intransigente:

– Não aceitamos demarcação em ilhas – avisou

0 Opinaram:

Postar um comentário