RN: PF prende filho da governadora e mais 12

| |


Treze pessoas foram presas pela Polícia Federal nesta manhã, na Operação Hígia, contra suspeitos de fraude em licitações no Rio Grande do Norte. Entre os presos estão o filho da governadora do Rio Grande do Norte, Wilma de Faria, o empresário Lauro Maia; a diretora financeira da Secretaria Estadual de Saúde, Maria Eleonora Castim, mulher do secretario Estadual de Segurança e Defesa Social, Carlos Castim; e a procuradora do Estado Rosa Maria de Apresentação Figueiredo Caldas Câmara

Doze pessoas foram presas em Natal e uma em João Pessoa, na Paraíba, onde também foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão. No total, 42 apreensões foram cumpridas. Cerca de 190 policiais federais participaram da ação nos dois Estados.

Lauro Maia foi preso no início da manhã, no bairro Lagoa Nova, zona sul de Natal. A assessoria de comunicação do governo do Estado, que responde pela governadora, informou que ela ainda não se manifestou oficialmente sobre o caso.

Por volta das 9h30, três carros importados e uma moto no valor de R$ 89 mil, que foram apreendidas na operação, foram levadas à sede da PF em Natal. A mulher de Lauro Maia, Vanessa Maia, esteve na sede da PF também por volta das 9h30. Ela demonstrava abatimento e evitou dar declarações.

A quadrilha investigada pela PF seria responsável por desvios de verba pública, por meio de fraude a licitações relacionadas a contratos de higienização hospitalar e locação de mão-de-obra. Os convênios estariam relacionados aos serviços do Sistema Móvel de Atendimento de Urgência (Samu) e Farmácia Popular, da Secretaria Estadual de Saúde.

Segundo a PF, o grupo desviava verbas por meio de contratos mantidos pelas empresas investigadas com o poder público. Os contratos eram feitos mediante o pagamento de propina a servidores públicos, conforme as investigações.

As informações iniciais eram de que a operação se chamava Limpeza. O nome correto (Hígia) foi divulgado pela assessoria de imprensa da PF. Hígia era a deusa da mitologia grega que representava a saúde, limpeza e sanitariedade, conceitos relacionados às atividades dos envolvidos na suposta quadrilha.

Veja os nomes dos presos:

Anderson Miguel da Silva

Francenildo Rodrigues de Castro

Francisco de Alves de Souza Filho

Herbert Florentino Gabriel (integrante do grupo empresarial Emvipol)

Jane Alves de Oliveira (integrante do grupo empresarial Emvipol)

João Henrique Alves Lins Bahia Neto (secretário estadual adjunto de Esporte e Lazer do RN)

Lauro Maia (filho da governadora Wilma de Faria)

Luciano de Souza

Marco Antônio França de Oliveira

Maria Eleonora Lopes de Albuquerque Castim (diretora financeira da Secretaria Estadual de Saúde e esposa do secretário estadual de Seguraça e Defesa Social, Carlos Castim)

Mauro Bezerra da Silva (que foi detido em João Pessoa)

Rosa Maria de Apresentação Figueiredo Caldas Câmara (procuradora do Estado do Rio Grande do Norte)

0 Opinaram:

Postar um comentário