Até tú juiza?

| |


O delegado Protógenes Queiroz, que investigou Dantas e outros, é "objeto de desejo" de dirigentes da CBF, que já pensaram nele para comandar a segurança da Copa de 2014 no Brasil. A assessoria da CBF não confirma. Mas lembra que Protógenes fez a segurança da delegação da Fifa que visitou o país no ano passado para vistoriar campos de futebol.


Foi Protógenes quem tocou a investigação da parceria MSI/ Corinthians, que chegou a um esquema de evasão de divisas envolvendo a máfia russa.


A revelação de que a desembargadora Suzana Camargo, do TRF (Tribunal Regional Federal) da 3ª Região, informou Gilmar Mendes de que seu gabinete na presidência do STF foi monitorado pela polícia a pedido do juiz Fausto De Sanctis deixou o juiz perplexo. É que, no dia em que isso ocorreu, ela deu vários telefonemas a Sanctis. Queria informações sobre a nova prisão do banqueiro Daniel Dantas, determinada por ele. "E se mostrava solidária", diz uma fonte da 6ª Vara Federal, onde Sanctis despacha. Ele nega que tenha pedido monitoramento do Supremo.


Suzana Camargo já foi candidata a uma vaga no STJ (Superior Tribunal de Justiça), em Brasília. "Vai ver ela quis agradar ao ministro Gilmar", opina a mesma fonte. À coluna, Suzana disse: "Eu estou numa situação muito desconfortável. Eu tenho amizade com o ministro e amizade com esse juiz. Reconheço o trabalho de ambos e não quero estar numa dividida". Questionada sobre se e quais informações repassou ao ministro, ela pediu: "Esqueçam de mim".

0 Opinaram:

Postar um comentário