"Prefeito não decola com a propaganda"

| |


Para o cientista político Cláudio Couto, professor da PUC/SP e da Fundação Getúlio Vargas, a disputa pela prefeitura de São Paulo deve ficar entre Marta Suplicy (PT) e Geraldo Alckmin (PSDB). O prefeito Gilberto Kassab (DEM), candidato à reeleição, avalia, não irá decolar nas pesquisas de intenções de voto nem com o início da propaganda eleitoral gratuita.

Gazeta Mercantil - Como o senhor avalia a disputa pela prefeitura de São Paulo?

Há uma polarização entre Marta e Alckmin. Eles são mais conhecidos da população paulistana. Afinal, Marta já foi prefeita de São Paulo e Alckmin governou o estado.

Gazeta Mercantil - E quanto ao Kassab?

Kassab não decolou e nem acredito que vá. Ele implementou uma série de medidas que causaram impacto sobre a população e mesmo assim não conseguiu obter apoio à sua candidatura.

Gazeta Mercantil - Isso pode ser revertido com a propaganda eleitoral?

Estou cético. Ele (Kassab) pode melhorar um pouco. Mas ficaria surpreso se chegasse ao segundo turno. Segundo o Ibope, 60% dos paulistanos não confiam no prefeito. A eleição tem uma dimensão conservadora. Kassab nunca disputou um cargo majoritário e o eleitor não vai trocar o certo pelo duvidoso. Essa é a diferença entre o prefeito e seus adversários.

Gazeta Mercantil - A suspeita de que Kassab teria usado a máquina pública em benefício próprio deve complicar sua situação?

Sem dúvida. É um sinal de desespero. Ele já deve ter percebido que a vaca foi para o brejo.

Gazeta Mercantil - Por que o governador paulista, José Serra (PSDB), estaria tão ausente da campanha democrata?

Serra simplesmente perdeu a disputa dentro do PSDB com a indicação de Alckmin para concorrer à prefeitura de São Paulo e se recolheu.

0 Opinaram:

Postar um comentário