PF indicia deputada de AL por peculato

| |


O delegado da Polícia Federal Janderlyer Gomes, que preside o inquérito da Operação Taturana, confirmou o indiciamento da deputada estadual Cláudia Brandão (PMN), acusada de envolvimento no desvio de R$ 280 milhões dos cofres da Assembléia Legislativa de Alagoas. Com o indiciamento de Cláudia, sobe para 14 o número de parlamentares envolvidos no golpe: mais da metade dos 27 deputados alagoanos. A deputada foi indiciada pelos crimes de formação de quadrilha, peculato e lavagem de dinheiro. Por meio de seus advogados, Cláudia negou as acusações.

0 Opinaram:

Postar um comentário