DHL contrata mais 200 pessoas no Brasil

| |


Enquanto muitas empresas estão demitindo em função da crise financeira mundial, com o objetivo de conter custos, a DHL Express Brasil vai na direção contrária. No primeiro trimestre de 2009, a companhia contratou 200 funcionários para atender a crescente demanda do mercado. "Nós fomos contra ao resto do mundo, precisávamos de mais gente para suportar o crescimento", afirma Joakim Thrane, presidente da DHL Express Brasil.

O volume de remessas no mercado doméstico cresceu 40% no primeiro trimestre deste ano, na comparação com o mesmo período de 2008. Em relação as importações, Hong Kong se destacou com crescimento de 50%, enquanto que as exportações tiveram aumento de 15% para a China. "O desempenho positivo do Brasil é resultado de investimentos realizados nos anos anteriores, ao nosso posicionamento no mercado e as soluções que trouxemos de fora. Além disso, o que nos ajudou é que o Brasil não está sendo tão prejudicado como outros países", ressalta Thrane.

Ano Bom

Para 2009, a DHL acredita que será um ano bom, se o dólar ficar entre R$ 2,10 e R$ 2,15 e a crise amenizar, porque favorece tanto as importações quanto as exportações. "O mercado doméstico está tendo uma boa penetração, os clientes estão nos enxergando com uma boa empresa provedora de solução logística. Esperamos manter o ritmo de crescimento analisado até agora".

0 Opinaram:

Postar um comentário