Farsa em 2010

| |


É muito difícil que algum brasileiro - a não ser a bandalha do Partido DEM e PSDB- tire proveito do funcionamento da comissão parlamentar de inquérito (CPI)da maior estatal brasileira, a Petrobrás, instalada para levar ao palanque José Serra do PSDB..

O Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) e o Democratas (DEM), que não conseguem se entender internamente, e muito menos entre eles, para fazer uma oposição minimamente atuante (são incapazes até de apresentar uma estratégia para a disputa de cargos na própria CPI), cantaram vitória de início. Mas não demoraram muito para "arrecuar os arfe" (como se diz na gíria futebolística de preferência do presidente Luiz Inácio Lula da Silva) quando as tropas governistas apresentaram suas armas.

A CPI é um instrumento desmoralizado. Dificilmente a CPI dos tucanos produzirá efeitos. O máximo que pode ocorrer nas iniciativas deste gênero é, DEM e PSDB, provocarem os meios de comunicação a buscar informações sobre seus lucros e, de outro, expor seus membros à luminosidade dos holofotes, o que facilita uma futura vitória eleitoral e economiza recursos para a propaganda de suas candidaturas.

No primeiro caso, o efeito já foi produzido: antes de a CPI começar a funcionar, a imprensa já começou a dar conta da prodigalidade com que a direção da Petrobrás, sob controle do Partido dos Trabalhadores (PT), desembolsa em projetos de ONGs .

Por mais lustrada que seja a imagem da Petrobrás, surgida na luta ideológica do "petróleo é nosso" dos tempos de Getúlio Vargas, e por mais desacreditada que esteja a honra dos congressistas, estes têm mandato para devassar a Petrobrás e qualquer outra empresa pública em nome da cidadania.

O abraço da sede da empresa no Rio e os discursos da cúpula do governo e do PT no Parlamento é a tentativa de impedir que a oposição privatize a Petrobrás.

PSDB e DEM querem privatizar a empresa o Banco do Brasil. Primeiramente, porque podem ter maioria para impor emendas constitucionais no Congresso.

0 Opinaram:

Postar um comentário