Promotor fala de “forte embriaguez”

| |


O promotor de Justiça Rodrigo Chemim Guimarães, que assumiu a condução das investigações sobre o acidente envolvendo o deputado estadual do Paraná Fernando Ribas Carli Filho (PSB) — no qual morreram dois jovens, na madrugada de 7 de maio —, disse ontem que testemunhas apontaram “embriaguez” no parlamentar. Guimarães adiantou que há uma amostra de sangue do deputado no Hemobanco do Hospital Evangélico, onde o deputado ficou internado nos primeiros dias, antes de ser transferido para o Hospital Albert Einstein, em São Paulo. “O Instituto Médico Legal deve nos dizer se a quantidade é suficiente e se é possível fazer o exame levando-se em conta o período em que foi coletado”, disse. Mas ele ressaltou que, mesmo que isso não seja possível, já existem “elementos preliminares que indicam forte embriaguez”.

0 Opinaram:

Postar um comentário