Da oposição, mas com Dilma

| |

Durante reunião, ontem à noite, da pré-candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, com prefeitos do partido e da base aliada, a petista teve uma surpresa: no evento, estavam também prefeitos do PSDB e do DEM, que, embora sejam representantes da oposição, admitiram simpatia pela candidata. Marinilza Soares, prefeita de Ibiaí (MG), do PSDB, por exemplo, defendeu o voto Dilmasia Dilma para presidente e Antonio Anastasia (PSDB) para governador de Minas.

Hoje sou Dilmasia, por causa das políticas sociais do governo federal. Mas se o Aécio for vice, a gente abraça a candidatura (Serra) com vontade, porque além de bom governador, ele é lindo disse a prefeita, acrescentando que muitos colegas de sua região estão na mesma situação: Tem muita gente esperando, para arrematar direito isso (a chapa do Serra).

Já o prefeito João Schitini, de Sem Peixes, da Zona da Mata de Minas, diz que é independente, apesar de ter sido eleito e ainda estar filiado ao DEM. Afirmou que apoia Dilma, porque o PT apoiou sua eleição em 2008: E todo o grupo de prefeitos da minha região apoia a Dilma disse Schitini.

Com a justificativa de que tem de buscar os recursos onde eles estão, o prefeito tucano Agliberto Gonçalves, de Buritizal (SP), tentou agradar aos dois lados: Independente do lado partidário, tenho que buscar recursos para meu município, entendeste? Agora meu voto é outra história.

O Serra foi excelente governador para o meu município.

O prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda (PSB) ex-secretário do governo de Aécio Neves e eleito por uma parceria do tucano com o petista Fernando Pimentel , também foi prestigiar Dilma.

E ainda que Aécio seja o vice de Serra, disse que não mudará de lado: Sou Dilma.

Na chegada ao encontro, Dilma rebateu críticas de que não tem experiência política.

E voltou a criticar a oposição pelo fim da CPMF: Fomos colocados numa arapuca pela oposição disse ela, referindose à derrubada da contribuição.

0 Opinaram:

Postar um comentário