Greve eleitoreira

| |

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Ricardo Lewandowski, disse que as reivindicações dos servidores do Judiciário são justas, mas que o tribunal não permitirá que uma possível greve prejudique o andamento do processo eleitoral. Os servidores querem a aprovação do projeto de lei que dispõe sobre a revisão do plano de carreira do Judiciário e ameaçam paralisar as atividades nos próximos dias. "Estamos de acordo com a reivindicação, mas a greve é totalmente inoportuna porque pode atrapalhar as eleições. Iremos tomar todas as providências, inclusive judiciais, para garantir que as eleições aconteçam normalmente", afirmou o presidente do TSE, após reunião com o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, e com o advogado-geral da União, Luís Inácio Adams. Segundo Bernardo, não há possibilidade de atender as reivindicações.

0 Opinaram:

Postar um comentário