Agora eu não falo mais de pesquisa, diz Serra

| |

Em queda constante nas pesquisas eleitorais, o candidato à Presidência da República José Serra (PSDB) não quis comentar os dados do último levantamento Ibope/Estado/TV Globo, divulgado hoje, no qual aparece com 29% das intenções de voto, contra 51% da sua principal adversária, Dilma Rousseff (PT).

Em Ribeirão Preto (SP), onde inaugurou um comitê do PSDB, Serra voltou a atacar Dilma

Ao ser indagado sobre o motivo de ele não comentar pesquisas eleitorais após ter sido ultrapassado por Dilma, Serra chamou o repórter de “desmemoriado” e afirmou que nunca comentou pesquisas.Mas em maio, quando a pesquisa CNT Sensus trouxe o empate entre ele e a candidata ao PT, Serra disse, em entrevista à emissora Verdes Mares, do Ceará, que esteve praticamente na frente sempre e que à época havia o empate. “Mas logo vai desempatar, a coisa vai andar”, afirmou o tucano à época.

Por fim, Serra voltou a criticar o governo federal na tentativa de intimidar e censurar a imprensa e ainda na política de externa. Sem citar o Irã, Serra disse “que o PSDB não faz alianças com ditaduras que apedrejam mulheres”, numa suposta referência ao governo iraniano que condenou Sakineh Mohammadi Ashtiani, de 43 anos, à morte por apedrejamento em seu país.

No evento, Serra estava acompanhado do candidato ao governo paulista Geraldo Alckmin (PSDB), afirmou que o PSDB não é um partido bom de marketing

O prefeito de Franca, Sidney Franco da Rocha, do PSDB, compareceu ao evento em carro oficial. Questionado sobre se isso estaria certo, disse que até ali (a entrada do comitê) ele era prefeito. A partir daquele momento, ele deixaria de ser prefeito e se tornaria militante.

1 Opinaram:

Adir disse...

Já encomendei meu sapato carrapeta.

Postar um comentário